sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Desculpe-me
se não pude resistir
aos seus lábios

Desculpe-me
se fiz elogios
sobre teus beijos

Desculpe-me
por ter sido sem medida
atirada e atrevida

Desculpe-me
por ter acariciado
teus cachos

Desculpe-me
se não procurei
os teus braços

Me desculpa
por tudo isso
Mas não me arrependo de ti
nem um pingo

Um comentário:

Cantuária disse...

primeira vez que leio teu blog.