terça-feira, 4 de novembro de 2008

A Charles e Marina

Se o amor é um cão dos diabos
eu o levo à sinagoga
para purificar-lhe a alma

caso não dê certo
levo a um templo zen budista

Se amor é um cão,
agora sem diabo
eu o levo à casa
dou comida, banho e conto estórias

e espero que dê certo
porque mais que minha alma
e meu coração,
não tenho nada a oferecer

Um comentário:

Anie disse...

muito MUITO bom.